Património Mundial UNESCO

Loading...

Património Nacional Português

Loading...

Património Natural Mundial

Loading...

sábado, 21 de novembro de 2009

Não há duas sem três!


Olá "Velhinho",
Estou de volta neste dia de grande nostalgia para nos encontrarmos de novo e falar um pouco...
Faz hoje dois anos que saíste da minha Vida mas nunca da minha memória. A Vida em si não tem sido fácil para todos nós(embora só possa falar por mim) , mas digo-te que em termos de Família na verdadeira acepção da palavra, por vezes deixamos muito a desejar... muita tensão a nível psicológico e emocional enquanto por vezes nos afasta e nos leva a conflitos, outras são razão de harmonia e união apesar de cada vez menos. Quanto a mim, cada vez me sinto mais perdido, procurando nos meandros da minha fútil existência um bom motivo para ganhar alguma auto-estima e poder orgulhar-me de mim mesmo... afinal as únicas batalhas que venci, em nada me ajudam na senda da Vida e nas verdadeiras dificuldades que tenho de ultrapassar e nas responsabilidades que devo encarar! Entre as minhas poucas alegrias que de quando em vez se proporcionam e valem num momento por um dia ou uma semana, só o meu Filho continua a ser o meu melhor Amigo e companheiro, de quem me orgulho cada vez mais. Sinto que verdadeiramente ele irá singrar e destacar-se entre os demais quando for um homem, como já começa a fazê-lo já hoje!
Quanto a mim e contráriamente não tenho sido bom exemplo de Filho, procurando o mais possível o refúgio da minha quase inércia numa idéia que sempre me alimentáste por útil e sábia... a leitura. Nada de muito erudito, mas embora tarde cada vez mais vou ganhando o gosto por esse hábito que justifica a frase que sempre dizias ao falar de livros e de cultura: "O SABER NÃO OCUPA LUGAR!" e até já selecionei alguns exemplares da tua Biblioteca para ler. embora também tenha as minhas preferências, que nos dias difíceis que atravessamos nem sempre são(com alguma razão) bem recebidas pelo resto da Família. Tenho algumas saudades da tua opinião sempre racional, sem stress nem histeria mas sim em pleno debate e troca de idéias, só entre nós homens, mais concretamente entre Pai e Filho, em que por mais pequena sempre saía uma luz duma conversa saudável em que a crítica e o elogio dávam as mãos para uma conclusão eloquente. Tenho diáriamente um turbilhão de idéias, algumas prácticas e outras nem por isso devido ao meu feitio sonhador, mas que nunca se levam a bom porto pois há sempre um entrave qualquer ou porque meramente não me revejo na situação que se me depara ou mesmo ainda pelo comodismo que me bate e leva muitas vezes a pensar "não vale a pena" mesmo sem tentar. Até já pensei escrever um livro, mas mesmo sabendo o que sei hoje não saberia por onde começar... já Sócrates dizia outrora:"SÓ SEI QUE NADA SEI". Talvez o facto de pouco vislumbrar em termos de futuro ou por pura estupidez, continuo sem ganhar rumo e sem saber como o procurar... se é que ainda seja possível para alguém como eu, que estou cada vez mais convencido ser a antítese total do Homem e Pai que sempre foste! Assim vou-me dedicando mais ao ser Pai e no resto seguindo a norma que o António Variações tão elucidamente cantava:"É P´R'ÁMANHÃ DEIXA LÁ NÃO FAÇAS HOJE , PORQUE AMANHÃ TUDO SE HÁ D'ARRANJAR"... tentarei que não seja mais assim, mas primeiro tenho de me encontrar!
Tenho muitas SAUDADES tuas "Velhinho" e um sinal teu viria a calhar(se é que tal coisa é possível) pois eu crenças poucas tenho, mas ainda acredito no Ser Humano.


Por ora despéço-me com um Grande Abraço do teu Filho Pedro e do Neto Ricardo...

CARPE DIEM!

A merecida festa da Lina!


Finalmente e passados alguns meses volto a este blog para assinalar a maravilhosa e já merecida festa de aniversário da Lina, que juntou no Mourisca Club cerca de trinta Amigos e Amigas, num convivio de sorrisos e gargalhadas, emoções, muita alegria e inevitávelmente muitas vozes e canções a homenagear a aniversariante em som de karaoke e grandes ritmos de música que puseram todos a dançar efusivamente... foi ESTUPENDO!
PARABÉNS Lina! Venham mais festas como estas entre Amigos, que marcaram presença por e para ti no dia em foste bébé, mas no entanto uma digna Rainha de um evento que fez a casa e juntou tanta gente à tua volta com carinho e admiração.
CARPE DIEM!

domingo, 29 de março de 2009

Praia no Inverno!!!


Este mês de Março tem sido a nível de clima uma autêntica surpresa. Deve ter sido a primeira vez que fui até à praia em pleno Inverno, com temperaturas a rondar os 28ºC e a água do mar apesar de fria como seria de esperar, a uma temperatura tolerável para dar uns mergulhos e umas braçadas. Já tinha ido à praia no Inverno, assim como na Primavera com sabor a Verão, mas não me lembro de apanhar banhos de Sol e mar num Inverno com sabor a Verão e com dias em só apetecia andar nu pela casa e de calções e t-shirt de manga curta na rua... até as noites foram amenas, na melhor primeira quinzena de Março que já senti em toda a minha Vida! As filas de carros em direcção às praias nesses três primeiros fins-de-semana eram uma loucura... INCRÍVEL!!! Esta última semana apesar do Sol ainda atacar em força, o vento e o frio voltaram às noites e madrugadas, mais adequado à estação mas, agora já na Primavera, parece que os dias de calor voltam em grande no 1º de Abril... ou será partidinha do tempo? Veremos. Gozem bem o Sol que eu gozei e até já tenho uma corzinha razoável que só estou habituado a ter no Verão! Não admira que depois em Julho e Agosto por vezes chova e esteja frio, acabando por estragar alguns dias de férias a muito boa gente. Aproveitem se puderem!

CARPE DIEM!

Anos do Francisco no Mourisca Club

Na 6ª feira 20 fui até ao Mourisca Club com a Lina e o Mário para festejar o aniversário do nosso amigo Francisco, que fizera anos na véspera. Foi um convívio saudável com muita animação e boa música, tendo passado quase todo o tempo a dançar ao som dos 80's, levando-me atrás no tempo em que eu com a idade dele(17 anos) me deliciava com aquelas músicas, ainda moço sonhador, em que todas as asneiras eram permitidas, houvesse ou não permissão. Para além de divertido, foi uma pequena viagem aos meus tempos de juventude que me fez sentir rejuvenescido por um momento, quando já caminho para os 36 anos.
CARPE DIEM!
Posted by Picasa

Dezanove

Já passaram dez dias mas esta data sempre marcará a minha Vida... 19 de Março!
Fez exactamente nesse dia em 1990, que foi um dia tão igual a qualquer outro, que fez dezanove anos que fui pela primeira vez conduzido a uma sala de Hemodiálise para a minha primeira sessão pelo enfermeiro Campos e nunca mais me esqueci. Foi nesse dia, nem eu imaginava, que conheci uma mulher que viria a ser minha esposa e Mãe do meu Filho, ou seja, fez de mim Pai, a cujo dia é dedicado nesta mesma data. Não o passei com o meu Filho este ano mas compensou o fim-de-semana. Mesmo sem Pai, já falecido, depois de dezanove anos de hemodiálise e muito sofrimento, sucumbiu à doença, mas não esquecido nostalgicamente lembrei-me essencialmente dele. Foi neste mês de Março que fez 3 anos que comecei e/ou recomecei a descobrir um Pedro que pensava perdido mas apenas adormecido, acordado pelo carinho e amizade da mais fascinante Mulher que já conheci e minha melhor Amiga até aos dias de hoje.
O Dia do Pai foi um dia perfeitamente normal, mas tem muitas estórias e ainda mais memórias a revelar da minha Vida, umas boas, outras menos boas... mas a Vida continua e EU com ela...
"Como Pai, tenho MUITO que me orgulhar e como Filho TANTO que saudosamente recordar"
CARPE DIEM!

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

And the OSCAR goes to...



A Grande noite dos Oscars da Academia de Hollywood, foi deveras um espectáculo estupendo como há décadas não se assistia. O Anfitrião Hugh Jackman foi de uma excelência surpreendente para muitos, num novo conceito de apresentação de espectáculo, mais musical, mais rico em coreografias(incluindo o apresentador), numa versão completamente rejuvenescida, que veio dar uma lufada de ar fresco ao já muito gasto e rotineiro método de entrega das estatuetas, merecendo várias ovações durante a noite mais esperada pelos nomeados.

Não houveram grandes surpresas nos vencedores, excepção feita ao maior galardão do cinema entregue na categoria de Melhor Actriz Secundária a Penelope Cruz por Vicky Cristina Barcelona, que assim bateu as suas congéneres americanas dando um novo orgulho dourado a Espanha, assim também como o candidato japonês Departures na categoria de Melhor Filme Estrangeiro que voi o premiado em detrimento de outros dois grandes candidatos muito premiados noutros festivais e pelo público e crítica.
The Curiose Case of Benjamin Button, favorito à partida com 13 nomeações ficou-se pelas três estatuetas, enquanto o seu mais directo rival com 10 nomeações Slumdog Milionaire arrecadou 8 OSCARS e foi o Grande vencedor da noite, bastante aplaudido e levando no seu espólio o OSCAR de Melhor Realizador(Danny Boyle) e claro o de Filme do Ano...
Finalmente a Academia reconheceu Kate Winslet como uma das melhores actrizes da actualidade cabendo-lhe o OSCAR de Melhor Actriz e Sean Penn bisou o prémio pelo seu fenomenal papel em Milk em que encarnava a personagem do primeiro homossexual assumido (a lutar pelos direitos civis dos mesmos) a ocupar um cargo público arrercadando a estatueta dourada de Melhor Actor. O Malogrado Heath Ledger ganhou sem surpresa na categoria de Melhor Actor Secundário, recebendo a família o devido OSCAR póstumo que emocionou todo o Kodak Theatre e tendo ainda feito correr algumas lágrimas aos olhos dos seus pares.
Foi uma noite memorável, bastante animada que para um devoto seguidor deste espectáculo e Grande apreciador de CINEMA, se venha a repetir muito mais vezes...

CARPE DIEM!

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Mourisca Club




Posted by Picasa


Após alguns meses depois de ter fechado o Bar Karaoke Mouros & Cristãos, eis que surge em nova gerência, agora em espaço remodelado o "Mourisca Club", a que tive a opurtunidade de comparecer à inauguração por convite em meu nome e da Lina. A Lídia, o Ricardo e uma amiga nossa estiveram lá connosco e foi diferente pois não será mais um Bar de Karaoke e sim um modelo de mini discoteca, mas agradável pois a música era óptima o que depois de um copo à saúde do novo espaço, convidou a um pézinho de dança ao som dos 80's.
Por lá eu e a Lina encontrámos velhos conhecidos dos tempos do Karaoke de que pessoalmente guardo boas recordações por ter lá passado muitas noites a cantar, dançar e também onde celebrámos vários aniversários, festas de Carnaval e Passagens de Ano, cuja animação não esquecerei. A ressalva é apenas uma... para quem era assíduo do Mouros & Cristãos onde reinavam as cantigas, não vê o novo espaço como alternativa a outros de maior dimensão e diversidade e bares de karaoke há muitos mais. Fica no entanto a referência deste pequeno bar que estará lançado se mantiver a fiel clientela de outrora que apareceu em peso na festa de inauguração.
Estupendo para beber um copo com os amigos a ouvir boa música... Assim seja!
CARPE DIEM!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Circum Maximus


Passei uma tarde no circo a assistir a um espectáculo de que não me canso, tendo inclusive participado com mais três espectadores num número de equilíbrio em que a coordenação e orientação em equipa é o segredo. Assim foi no Domingo último, ao que possibilitou um pouco de diversão e a quebra da rotina dos mesmos locais de frequência de sempre, proporcionando algo de diferente com muita alegria, sorrisos e palmas (e também alguma emoção à mistura) quando vemos aquelas crianças a esmerarem-se em números que eu jamais me passaria pela cabeça tentar, muito menos em tão tenra idade. Um circo pequeno e familiar em Massamá, mas que é sempre emocionante sobremaneira e deu-me a mim e à Lina uma tarde bem passada e ESPECTACULAR!!! Assim devia ser sempre...
CARPE DIEM!
Posted by Picasa

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Por fim... 2009!!!


Depois do ano findado, já espero tudo! Mas o ano de 2008 é deveras para esquecer salvo raras excepções, entre a que mais destaco foi a Viagem de Sonho concretizada após muitos anos de esperança e incerteza, ao Egipto no mês de Janeiro, com a Lina, como já documentado neste Blog. De resto, foi uma avalanche de tristeza, loucura e deterioração de relações humanas, principalmente no seio da familia, para contrastar com a nostalgia de sentimentos de união, carinho e amor que nos assaltava um ano atrás. Pelo menos já acabou...
A passagem de ano passou-se num clima muito mais saudável que o Natal, entre amigos e sem a pressão de males maiores por parte de quem gosta de viver no negativismo. Pessoalmente disso já tive demais e não quero de modo algum correr até cair quando posso andar calmamente! Estive em casa da Lina e para todos os convivas que não têm onde cair mortos não nos esquecemos da amizade e do carinho que ali nos juntou, tendo com o que se arranjou e com contribuição de todos, essencialmente a boa disposição, entrámos em 2009 com a devida esperança de vir a ser um ano melhor... pois pior é impossível! Assim, o Ricardo e eu,a Lina,o Mário,a Shiley e o filho Lucas e mais uma vez para gáudio do meu filhote... a Lídia mãe dele, convidada desta vez pela Lina, tal como esta fizera no seu aniversário, brindámos à saúde de 2009. Viva o Ano Novo! Na falta de alegrias pelo menos não traga tristezas... a ver vamos?
CARPE DIEM!

Natal Bonito e Triste



O passado Natal de 2008 foi um prazer... avinagrado!

Foi em casa da Rita e do Francisco, com muita cor, muita gente, muito trabalho, muitos sorrisos, mas também acompanhado de algum mau estar e pouca harmonia e muitos problemas e discussões de que eu não me imiscuo de algumas culpas que desde já assumo, escondidas em passado recente pela razão do dia da familia, mas que não livraram de algum desconforto e ambiente pesado, que se refletiria mais tarde. Valeu pela farta ementa, o convivio com a familia do Francisco que vejo "anualmente", as imensas fotos que tirei para passar o tempo em que me fascinei com essencialmente as crianças da Sara e do Pedro e o contentamento do meu filhote em passar o Natal com o Pai e a Mãe juntos por aquelas incompreensíveis ironias do destino e as funcionantes idéias tresloucadas da Rita e das mulheres em geral que acasbam por fruncionar em pleno. Mesmo assim houve alegria suficiente para celebrar um Natal em grande, mas que só foi momentâneo, pois no dia 26 já voltou tudo ao normalmente anormal e caótico...
Qual Pai Natal, qual menino Jesus... Viva a hipócrisia e ostentação de um dia estigmatizado como de e para a familia, esteja tudo bem ou tudo mal. O verdadeitro espírito de Natal que alimentava a união, o amor, a paz, o afecto e a felicidade tornou-se obtuso... tal como nos restantes dias do ano assim é!!! O ser humano é assim...
CARPE DIEM!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Cassiopeia!


Ah... minha bela, minha amada, minha amante, companhia dos dias mais sós e também dos mais nostálgicos, em dias de céu estrelado te apresentas, és Musa do meu Ser e Deusa da minha Verdade, nessa tua forma subtil e delicada de para mim brilhares, quando eu apenas posso me encantar perante a distância, que por vezes me fazes sentir de ti tão próximo, como se um dos teus cinco diamantes me tratásse, brilhante e sonhador e senhor da minha Vontade, tal como se o Mundo me pertencesse e eu com a tua Magia, espalhásse Amor, Harmonia e Afecto por contráste, ao que sinto hoje o Mundo, a Vida e a Humanidade, nos assaltam em sofrimento carpindo lágrimas do tormento, quando apanhados pelo desespero de circunstância, mas Tu minha adorada, que me iluminas, na minha noite de devaneios e sentimentos conturbados, dás-me a Paz e o Bom-Senso para ultrapassar um mau dia, para voltar a encarar a quente Luz do Rei da claridade, voltando a ti à noite visitar-te, pois a ninguém como a ti eu me confesso, a ti somente confio as minhas palavras, por certeza de saber que escutar-me-às e darás sentença, inspirando o meu caminho na senda desta Vida, pois nem de ti nem dela me despeço...

CARPE DIEM!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Adeus Tristeza...


E com o Natal a chegar e o Ano a findar... já faltou mais, faço uma retrospectiva do que foram os últimos 12 meses da minha Vida. Começou o ano em excelência , com a tão desejada e sonhada viagem ao Egipto, mas como o sonho comanda a Vida... esta correspondeu. No que à sorte diz respeito, sinto-me a pessoa mais sortuda e azarada deste Mundo, ambas por diferentes motivos, que por vezes colidem num só, a ponto de complicar a minha Vida e com a vontade de estar na companhia de outras pessoas de quem é suposto gostar de estar. Não sei sinceramente o que me reserva o fim do ano e o Ano de 2009, mas também não me vou matar a pensar nisso; dores de cabeça já tenho suficientes e não são só as minhas.

Para o próximo ano não auguro muito de bom pelo que como de costume, não vou criar espectativas em relação a nada. Neste momento a realidade é insuportávelmente triste(como sempre) com o acréscimo de vários problemas difíceis de encarar e mesmo de resolver, mas que não deviam ser arma para a discórdia e intolerância entre os que mais amo(incuindo eu próprio nesse desatino) que deveras já me cansa por demais. As relações humanas são cada vês mais difíceis, as finanças não abundam, as marcas que ficaram de traumas passados começam a refletir-se já muito após esses episódios e devido à minha inutilidade para comigo e os outros(excepção feita o meu filho) começo a entender a Vida como desaproveitada e que estou a perder montes de tempo com coisa nenhuma... mas ainda contraditóriamente mantenho a esperança da mudança para tempos menos tempestuosos e mais calmos, em que a histeria não seja base duma "conversa" e a desunião não nos afáste de vez. Por vezes é bom rirmos de nós próprios e com os outros, mas a incapacidade para sorrir e mostrar que nos sentimos bem, ou mesmo de partilhar momentos de felicidade e demonstrar afecto, tornou-se também uma dura realidade... quase insuperável!

Tenho como definidas duas coisas mas que a priori também serão uma realidade definitiva em 2009: Vou sair de minha casa para casa da minha Mãe até ao fim deste ano e não tomo a mudança como positiva mas infelizmente não tenho outro remédio. Não somos duas pessoas que se possa dizer tenhamos um comportamento normal de que é esperado a uma Mãe e a um Filho. Algumas atitudes de ambas as partes já me levaram a pensar duas vezes... mas como disse antes, não tenho remédio, nem opção de escolha ou sequer direito a voz activa! Uma coisa é certa... não me trará sossego nem paz de espírito. Outra realidade que por experiência própria de muitos anos e com base em informação clínica, é a de ter de recomeçar a fazer mais diálise a qualquer momento, muito embora esse amanhã seja por ora indefinível. Enquanto durar... óptimo!

Quanto ao que gostaria de poder mudar no ano vindouro, essencialmente gostava de conseguir encontrar aquela ocupação que me realizá-se definitivamente, algo que goste e que sabendo que sou capaz, consiga entregar-me totalmente a essa tarefa, com a maior satisfação. Apesar deste discurso que aparentemente é tão negativista, infelizmente tratam-se de realidades e estas, melhores ou piores não se devem descurar. Assim, em 2009 apenas posso auspiciar a ter um ano com mais calma, menos loucura, mais empenho a todos os níveis e se assim tiver de ser ausentar-me de conversas que cansam e me deixam doente e abster-me de comentar o fútil e desinteressante, cujo caminho já sei a que destino leva... e eu tenho que encontrar o meu próprio caminho...

No fim de tudo, sei que depois deste desabafo a expressão por que é suposto me reger vai parecer inócua... mas não! Afinal, a Vida é Maravilhosa, mesmo quand assim não aparenta. Vamos vivê-la da melhor maneira possível, com todas as contradições e problemas que a acompanham, mas também com todas as alegrias e sorrisos que podemos dar e quem sabe assim receber! Eu vou fazer por isso! E vocês???




CARPE DIEM!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Novo Encontro...

Olá "Velhinho",

Faz agora exactamente um ano que deixei de ter a tua companhia, nesta mesma hora, depois de longa mas calma e serena espera pelo inevitável... Estávamos lá os três, eu, a Rita e a Mãe, todos de mãos dadas e com a outra mão a segurar-te e a sentir o previsível, mas no entanto numa corrente de amor e carinho que sentíamos dentro de nós, cada qual com suas memórias e sentimentos por vezes contraditórios a pensar no que mais poderiamos ter feito para minimizar a tua dor e, um pouco egoísticamente a nossa.


Nessa 4ªFeira (dia de diálise) tive o mesmo pressentimento que tivera quando te ajudei a ir para o carro e fumámos juntos o último cigarro, tivémos a última conversa e te dei o último abraço... e telefonei para a Nefroclínica a dizer que não iria fazer hemodiálise mas só apenas no dia seguinte... tinha chegado a hora! Ainda hoje tenho a sensação de que com um pouco mais de preserverança e atitude teria conseguido que não tivesses desistido tão cedo, mas compreendi ao analisar melhor "aquela conversa" entre homens depois de uma noite de farra, um filho que mal sabia como se guiar a ouvir e a sentir o desabafo de um Pai já amargurado pela Vida madrasta que em ti e mim calhou em sorte, também por isso e numa conversa tão profunda que jamais alguém compreenderá como nós, foi talvez a gota de água num copo a transbordar, que consegui aceitar melhor que ninguém um destino que seria revelado a curto prazo, faz hoje um ano!!! Habituado às lides de hospital e um pouco como tu fui ver-te apenas quando achei e senti que devia, nunca por rotina mas para dizer "Estou aqui Pai e nunca me esqueço de ti!", a falar contigo, a pensar e por vezes um bocado perdido por nada poder fazer.

Passados doze meses, a minha Vida não mudou muito e sempre me vou lembrando por este ou outro motivo, das conversas que tínhamos, as lições que me deste e o exemplo que és ainda hoje e reconheço também como Pai que sou o tanto que consegui transportar de ti para o meu filhote, muito na vanguarda da sua própria idade mas com tanto ainda por aprender mas no caminho certo... só espero não ficar muito em falta e não desapontar e a tua força e sapiência muito me têm ajudado nessa tarefa... o que já nunca poderei dizer da minha pessoa! Em suma , a Vida vai correndo por si só e por vezes questiono-me qual será afinal o meu papel no Mundo, pois apesar de ter tanto para transmitir nada tenho como legado?
Tenho tanto para te dizer e tanto que gostava de voltar a conversar como fazíamos às vezes. Perdoa-me se não correspondi bem como filho (às vezes também penso nisso), no entanto tu nada deixás-te por fazer no que toca a deixar bem vincado o que é ser Pai, ser Homem e ser Mestre! Estejas onde estiveres de certeza que estás bem acompanhado e sucinto de que finalmente estás em Paz. Conto ter contigo um novo encontro, já que a saudade aperta e como tu dirias muito bem"A Morte é a única lotaria que nos sai a todos" e concerteza voltaremos a vernos. Por cá continuarei assim como todos os que te amam, a recordar-te e relembrando os óptimos momentos que connosco disfrutáste...

Amo-te muito Pai e sinto MUITO a tua falta!
Até amanhã, falaremos um pouco mais amanhã quando estivermos juntos...
CARPE DIEM!

Aniversário Diferente...mas divertido

Apenas éramos para ser três, destes juntaram-se mais dois e depois mais quatro e no final fomos nove no jantar de comemoração do aniversário da Lina...e ela bem merecia a homenagem! Felizmente e apesar das contradições da Vida é sempre bom estar rodeada de Amigos que estão sempre presentes também em momentos de alegria, sendo a própria um exemplo de amizade e afecto para aqueles de que está mais próxima.

Como habitual juntámo-nos em grande jantarada no Prata da Casa em Queluz, onde todos rimos, conversámos e em convívio salutar apreciámos uma óptima refeição como costume no local. Depois dirigimo-nos a Sintra onde no Bar Mouros e Cristãos cantámos, dançámos e nos divertimos, com a Lina a abrir o karaoke (coisa inédita), já com a presença de mais dois na festa, que digo sinceramente nunca esperar ver neste dia, o Ricardo e ... a Lidia!! Mas de tão normal ser entre pessoa civilizadas não deixou de ser um pouco inesperado ou mesmo bizarro, quando ainda por cima a Lidia tinha feito anos no dia anterior à Lina. Acabámos a cantar os parabéns duas vezes, com muitas palmas, sorrisos e tendo sido a noite bastante divertida, apesar da nostalgia de no dia seguinte fazer 1 ano que o meu Pai falecera e pásme-se... a maior festa e algazarra partiu da minha Mãe, sempre pronta a um pézinho de dança e pois claro a falar com toda a gente.
Com tudo isto, cada vez estou mais convencido do quão Especial esta Mulher de M Grande é e como sem esforço pode ser tão Amiga dos amigos e da mesma forma ser-lhe retribuido tanto carinho como a Lina tanto tem, embora por vezes a Vida não ajudar a dar-lhe tudo que merece e muito mais. A Lina foi uma excelente aniversariante, mostrando toda a sua alegria e o muito que ainda tem para dar, muito elegante e jovial e com um brilho nos olhos como só ela tem... e fez a noite!
Que muitos anos e muitas noites como esta se repitam... eu estarei sempre pronto a homenageá-la condignamente. Parabéns Lina!
CARPE DIEM!



quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Festa das Saras








Posted by Picasa

Já lá vão cinco dias quando como combinado, juntámo-nos uns poucos no Karaoke Bar 'Mouros e Cristãos´ numa Festa de Máscaras, atrasada propositadamente por a Dona poder ser mamã a qualquer momento, o que veio a acontecer na madrugada de dia 6 deste mês. A Sara que desde já está de parabéns por ser mamã da Sarinha que diga-se ser uma bébé muito querida estão as duas bem e felizes. Extasiado de euforia estava o papá Raúl, presente e a dirigir os trabalhos no bar, tendo esta noite sido especialmente alegre e bem passada, com todos a contribuir para se unirem na alegria ao Raúl e à Sara e ao novo rebento que veio dar mais cor e luz e muitos sorrisos de orgulho aos papás. Para dar um toque especial, uns foram de Mouros, outros de Cristãos, mas cada um apelou à imaginação como pôde pois afinal... a festa era em homenagem às Saras. Muitas Felicidades aos três...
CARPE DIEM!